Remédios Anorexígenos

Os anorexígenos causam a aversão à comida, o que faz você perder muitos quilos, mas com vários malefícios à saúde.

Artigo publicado por nas categorias: Remédios para Emagrecer

Os medicamentos anorexígenos, também conhecidos como anoréticos ou anomirineronético são inibidores de apetite. Na realidade, causam aversão à comida ou a falta de apetite, o que contribui bastante para a perda de peso. Entretanto, seus efeitos colaterais maléficos à saúde mental e física são tantos que é necessária a apresentação de prescrição médica nas farmácias para obtê-los e as suas restrições são diversas. Portanto, se você quer emagrecer, saiba tudo sobre os remédios anorexígenos antes de decidir apelar.

O Que São os Remédios Anorexígenos

Normalmente, levam em sua composição as anfetaminas e as metanfetaminas, que pertencem à classe de drogas ilegais como o crack, a cocaína e o crystal meth.

Remédios anorexígenos para emagrecer

Principais efeitos no organismo:

  • Elas estimulam o Sistema Nervoso Central aumentando a vigília,
  • Reduzem o apetite
  • Elevam as atividades autônomas individuais
  • Como atuam no sistema serotoninérgico, fazem com que os neurotransmissores dopamina e noradrenalina sejam liberados em maiores quantidades, o que diminui o sono e a vontade de comer e produz um estado de agitação psicomotora.

Principais Medicamentos Anorexígenos

Os remédios anorexígenos mais populares no Brasil são:

  • Mazindol (Nome comercial: Dasten, Fagolipo)
  • Fenproporex (Nome comercial: Desobesi-M, Inobesin, Lipomax AP)
  • Anfepramona (Dietilpropiona)(Nome comercial: Dualid S, Hipofagin, Inibex, Moderine, Obesil)
  • Fenfluramina (Nome comercial: Minifage AP e Lipese AP)
  • Dexfenfluramina (Nome comercial: Isomeride, Delgar, Fluril, Fatinil)
  • Fenilpropanolamina (Nome comercial:  Accutrim, Dexatrim)

Proibição dos Medicamentos Anorexígenos

Após aproximadamente 30 anos de comercialização dos medicamentos anorexígenos no planeta, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu a sua fabricação, venda, importação, prescrição, aviamento e dispensação das drogas que continham o femproporex, o mazindol e a anfepramona em 6 de outubro de 2011 através da publicação da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº52.

Esse acontecimento se deu por causa da comprovação dos malefícios causados pelo uso abusivo dessas substâncias, que inclusive geravam a dependência química. Eles seriam maiores que os benefícios consequentes da perda de peso.

Remedios anorexígenos: anfetamina

Liberação dos Medicamentos Anorexígenos

Entretanto, em 2 de setembro de 2014, após longas discussões e debates, o Senado Brasileiro decidiu pela aprovação da liberação dos remédios com as substâncias mazindol, anfepramona e fempropex em sua composição através do Decreto Legislativo 52/2014. Entretanto, a comercialização será restrita e dificultosa para que seja evitado o uso abusivo e irregular desses medicamentos. Os médicos só podem receitá-los aos pacientes obesos ou com sobrepeso que não possam se movimentar ou que tenham alguma doença relacionada como problemas cardiovasculares ou diabetes.

Efeitos Colaterais dos Medicamentos Anorexígenos

Cada organismo tem uma reação aos medicamentos anorexígenos e os seus efeitos também dependem do tempo de uso. Porém, os efeitos colaterais mais comuns são: taquicardia, hipertensão arterial, instabilidade do humor, dilatação da pupila, depressão nervosa, dor de cabeça, irritabilidade, insônia, arritmia, tontura, confusão mental, constipação intestinal, agitação psicomotora, calafrios, ansiedade, sudorese, vômitos, enjôos e hemorragias.

Além disso, esses remédios causam a dependência de seus usuários, o que fez com que a OMS (Organização Mundial da Saúde) recomendasse o seu uso por não mais que 12 semanas, ou seja, 3 meses. Caso ultrapasse esse tempo, podem surgir mais efeitos adversos como transtornos alimentares, alucinações, depressão maior, delírios e até desencadear um surto psicótico.

Relatos de usuários

Você provavelmente conhece alguém que já tomou estas substâncias. O relato mais comum destas pessoas é o ganho de peso em excesso algum tempo após parar de usar o medicamento.

Abstinência

Assim como seus similares, os medicamentos anorexígenos podem causar a síndrome de abstinência em até 87% de seus usuários quando o seu uso é suspenso. Ela é caracterizada por redução da energia, humor depressivo, fissura interna, agitação, ansiedade, lentidão e pesadelos.

Contra Indicações

Pacientes com antecedentes psicóticos, com transtornos de ansiedade, com epilepsia não tratada, com hipertensão arterial severa ou não tratada, com intolerância a anorexígenos, com hipertireoidismo, com porfirias, com cardiopatias severas e com glaucoma não podem ingerir os medicamentos anorexígenos para não piorarem o seu quadro. Além disso, crianças, idosos, grávidas e lactantes também devem se manter longe deles ou ingeri-los somente quando indicados pelo médico após uma minuciosa avaliação de saúde.

Comente!




*Campos obrigatórios

Os artigos desse site contém informações baseadas em pesquisas, estudos, consultas, experiências pessoais e livros. Deve-se sempre consultar um médico antes de tomar qualquer medida.